EXPERIENCE MARKETING

Conceitos Experience Marketing. O conceito de Experience Marketing que vem crescendo no Brasil refere-se a experiências que as empresas podem proporcionar ao consumidor através de suas marcas, produtos ou se serviços, com o foco que essas ações transformem em vendas, reconhecimento e reforço da boa imagem da marca. Mesmo sendo um conceito novo no Brasil este termo já está relativamente utilizado nos Estados Unidos e Europa a um bom tempo, mantendo sempre a idéia de proporcionar novas experiências aos seus clientes, muito além de qualquer tipo de premiação, dinheiro ou brindes, essas experiências servem pra que o relacionamento entre o cliente e a empresa seja estreitado e se revele numa relação mais duradora e fiel. Grandes eventos de incentivo e de ampliação da marca através de interação além do foco de venda trabalham o motivacional tanto da equipe quanto dos consumidores, agindo assim com outras empresas numa oportunidade inter empresarial para gerarem uma ação ainda maior e eventos cada vez mais atraentes para os mesmo consumidores. O Experience Marketing traz uma oportunidade nova muito além de descrever ao consumidor os benefícios de um produto ou serviço ela dá a oportunidade do seu cliente obter uma experiência de marca, para que este ganhe valor ao adquirir o mesmo decidindo de forma inteligente e com muito mais confiança. Com este crescente potencial se expandindo no Brasil, vem crescendo o número de grandes e médias empresas que estão investindo neste novo conceito de Marketing de Experiência transformando essas ações em um relacionamento duradouro que trás maior recompensa não só a funcionários ou clientes, mas para toda a cadeia que envolve o mercado, envolvendo uma gama maior de interação entre parceiros, fornecedores, terceirizados etc. Essas experiências trazem impactos nas vendas, na motivação e fidelização além de se tornarem fixa e inesquecíveis na mente dos que participam, agregando valor aos mesmos. Entendendo que é uma grande forma de atrair os clientes o Marketing parte de um apelo massificado somente com propagandas e passa a focar a individualidade de cada relacionamento com o consumidor, expandindo e trazendo um diferencial tornando competitivo num mundo globalizado em que os produtos e serviços estão cada vez mais iguais, tornando os importantes na disputa cada vez mais acirradas por uma fatia melhor do mercado. Com essas experiências fortes entre as marcas e entre as clientes vividas em momentos de lazer essas ações ganham importâncias incalculáveis na relação empresa e consumidor, porque os mesmo acabam se associando e o mercado ganha essa nova idéia de agregar esse diferencial, em momentos únicos e inovadores para ambos. Saber comunicar para diferenciar-se provocando estímulos que ajudam a chegar a objetivos e metas que conseqüentemente irão proporcionar o resultado esperado. Entender que as experiências tornam os momentos marcantes muito além de brindes e promoções, trazem uma lembrança ligada a empresa ou determinado produto, fazendo o cliente nunca mais se esquecer desta experiência. 1.2 Planejar. Outrora nada adianta fazer dezenas dessas ações sem antes manter o foco primário do planejamento destas experiências. Claro que a lista de ações oferecidas é enorme e infinita, jantares, passeios de balões e carros importados, viagens, dia em SPA e como tudo se gasta dinheiro é preciso saber qual o motivo e qual o impacto que essas ações iram agregar ao valor da empresa. Ser inovador na sua ação sem deixar de atingir o desafio de planejamento adequado dessas experiências, pois é através do planejamento que as empresas podem desenvolver campanhas de incentivo adequadas e gerenciadas para um tempo real das respostas destes impactos. As empresas que passaram a aderir ao planejamento das Experiências de Marketing entenderam a maneira como fazer isto, além de promover experiências inesquecíveis é necessário que o consumidor seja atendido com soluções rápidas, incentivando assim o cliente a se fidelizar com tantas experiências agradáveis e organização. O planejamento estratégico precisa ser muito bem desenvolvido para a construção desta excelência em Experience Marketing. Entender que a ação precisa agregar vantagens competitivas a longo prazo e não imediatamente. Ser formulada e criada de forma consistente para permitir uma experiência que ultrapasse as expectativas do cliente a nível físico e emocional. Diferenciar não somente pelo feito ou evento mas também por focar os estímulos de emoções. Massificar a liderança inspirada, através de uma cultura que se reconhece em suas ações e metodologia, o impacto que inspira na sociedade e no mercado. Ser desenhada e focada de fora pra dentro e não de dentro pra fora, abrir caminhos, conhecer o cliente. Analisar e repensar a marca para que essa experiência proporcionada tenha mesmo a “cara” da empresa e que isso automaticamente a associe. E obviamente atingir os lucros desejados, a satisfação dos clientes através das ações envolvidas no marketing. Áreas estratégicas de experiências ligadas a meios fornecedores destas que formam a base do Experience Marketing. A- Sentir (marketing dos sentidos). B- Emocionar (marketing emocional). C- Pensar (marketing intelectual e cognitivo) D- Reagir/Agir(marketing de reação) E- Relacionar (marketing aspiracional) 1.3. Marketing Virtual. Ações virtuais têm crescendo imensamente nas estratégicas das empresas com o crescimento e certa padronização desses serviços. A tecnologia avança na vida dos consumidores e é cada vez mais comum na criação envolvendo as marcas mais fortes do mercado. Redes sociais, emails marketings aplicativos com serviços e games são algumas dessas ferramentas usadas pelas empresas para atrair os clientes para suas ações e eventos. Mesmo não sendo a experiência real , estas ações se destacam por atribuírem sentimentos emoções e sensações através da experiência ligada a empresa, dando muito mais lembrança, admiração e respeito. Eventos com os colaboradores, tanto virtuais quanto no mundo real tem trazido o encantamento dos mesmo para as empresas onde trabalham, fazendo assim os colaboradores os primeiros parceiros da empresa ajudando assim a atingir os objetivos mais rapidamente, vestindo definitivamente a camisa da empresa. E essas experiências ajudam a proporcionar qualidade de vida tanto para os consumidores e colaboradores oferecendo emoções , pois a experiência envolve sentimento, emoções e isso gera uma ligação com a marca, ativando sentidos. Sendo assim a marca se torna também parceira para uma relação satisfatória, de qualidade de serviços e de vida. E fideliza assim clientes porque o cliente valoriza a empresa quando ela o faz se sentir importante e transforma a marca em conceito.

~ por leriostyle em maio 2, 2010.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: